Uso de substâncias entre mães jovens: uma análise de posts no Facebook

abstrair

Contexto:O uso de substâncias em gestantes jovens é uma preocupação comum e significativa de saúde pública associada a uma série de desfechos adversos para mães e bebês. Postagens nas redes sociais de mulheres jovens podem fornecer uma visão valiosa do mundo real sobre suas percepções sobre o uso de substâncias imediatamente antes e durante a gravidez.

Objetivo:O objetivo deste estudo foi caracterizar a frequência e o conteúdo dos posts sobre o uso de substâncias no ano anterior à gravidez e durante a gravidez entre as mães jovens.

Métodos:As postagens no Facebook foram extraídas de mulheres grávidas jovens (idade, 16-24 anos) que consentiram em 2 clínicas de atenção primária do Centro-Oeste que atendem uma comunidade predominantemente de baixa renda. O processamento da linguagem natural foi utilizado para identificar postagens relacionadas ao uso de substâncias por meio de pesquisa de palavras-chave (por exemplo, bêbado, drogas, maconha e metanfetamina). Usando técnicas de métodos mistos, 2 pesquisadores codificaram e identificaram temas importantes em torno do uso de substâncias a partir dessas postagens no Facebook. As medidas de desfecho incluem a frequência de postagens e os principais temas expressos em relação ao uso de substâncias antes e durante a gravidez.

Resultados:As mulheres em nossa amostra (N=43) apresentaram idade média de 21 anos (DP 2,3) e o maior subgrupo (21/43, 49%) identificado como negro não-hispânico; 26% (11/43) identificado como branco não-hispânico; 16% (7/43) como hispânico; e 9% (4/43) como raça mista não-hispânica, nativa americana ou outra. O maior subgrupo (20/43, 47%) graduados no ensino médio sem ensino superior, enquanto 30% (13/43) concluíram apenas algum ensino médio e 23% (43/10) concluíram pelo menos algum ensino pós-secundário. Mulheres jovens discutiram o uso de substâncias nas redes sociais antes e durante a gravidez, embora em comparação com o ano anterior à gravidez, a frequência média de postagens relacionadas à substância durante a gravidez diminuiu. Os temas identificados incluíram desejo de álcool ou maconha, uso social de álcool ou maconha, razões para abster-se do uso de substâncias e intoxicação.

Conclusões:Postagens no Facebook revelam que jovens grávidas discutem o uso de substâncias, predominantemente álcool e maconha. Trabalhos futuros podem explorar oportunidades clínicas para prevenir e tratar o uso de substâncias antes e durante a gravidez entre mães jovens e em risco.

Citation
Oram D, Tzilos Wernette G, Nichols L, Vydiswaran V, Zhao X, Chang T. Substance Use Among Young Mothers: An Analysis of Facebook Posts. JMIR Pediatr Parent 2018;1(2):e10261 URL: https://pediatrics.jmir.org/2018/2/e10261 DOI: 10.2196/10261
Publication Date
Research Language

inglês

Country
Estados Unidos