Estimando o impacto do alcance das metas de política de doenças não transmissíveis da Turquia

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, cerca de 20.000 mortes poderiam ter sido evitadas na Turquia em 2017 se o país tivesse atingido suas metas atuais de redução do consumo de tabaco e sal em 30%, e inatividade física em 10%.

A pesquisa, realizada por especialistas da OMS e publicada no The Lancet,analisou possíveis resultados das metas do plano de ação para doenças não transmissíveis (DCNT) adotadas no país entre 2017 e 2025.

A análise, que se concentrou particularmente nos dados de 2017, estimou quantos menos mortes teriam ocorrido, se as metas fossem atingidas.

Os resultados constataram que 20.281 mortes poderiam ter sido evitadas e as DCNT são responsáveis por 89% de todas as mortes, com quase 1 em cada 5 óbitos ocorridos antes dos 70 anos.

Country
Turquia
Partner Organisation
Tags (Keywords)